Mostrar mensagens com a etiqueta Investimento Imobiliário. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Investimento Imobiliário. Mostrar todas as mensagens

25 setembro 2017

Crowdfunding está a conquistar cada vez mais adeptos no imobiliário


Devido às atuais restrições colocadas pela banca ao financiamento de projetos imobiliários, os investidores procuram formas alternativas para avançar com os empreendimentos. Esta, uma das razões para o aparecimento do conceito recente no imobiliário, o “crowdfunding” que está a conquistar cada vez mais adeptos, sendo muitos os interessados nesta forma de investir.

24 setembro 2017

BNP Paribas entra em megaprojeto de Alcântara


A zona de Alcântara, em Lisboa, está em alta e vai tornar-se a médio prazo um dos principais centros de serviços da capital. Com a construção do hospital da CUF a andar a bom ritmo e a notícia de novos investidores na Lx Factory, há também novidades naquele que é considerado um dos maiores projetos da capital: o Alcântara Offices, do grupo SIL, há 24 anos em espera para avançar, vai finalmente arrancar para a obra, graças à participação do BNP Paribas.

04 agosto 2017

Investimento nacional em imobiliário comercial representa 10% do investimento global


CBRE destaca a continuação de uma dinâmica muito positiva no setor imobiliário português no primeiro semestre de 2017. De acordo com a análise feita pelo departamento de Research da CBRE, foi possível apurar que o investimento alcançado nos primeiros seis meses do ano e os ativos que estão e deverão entrar no mercado elevam as expetativas de fecho do ano para valores superiores a dois mil milhões de euros (50% acima do ano passado e um valor idêntico ao recorde atingido há dois anos), com a probabilidade de atingir ainda um novo recorde histórico, próximo dos três mil milhões de euros.

15 julho 2017

Três mil milhões em Projetos de Interesse Nacional


Os empreendimentos turístico-imobiliários, designados também de resorts regressam em força, atualmente estão 14 em desenvolvimento em Portugal. Os resorts ou empreendimentos turístico-imobiliários foram uma das razões do grande desenvolvimento imobiliário na viragem do novo século e milénio, a maioria considerados de Projetos de Interesse Nacional – PIN. Durante a crise, a maioria que estava em construção ou em vias disso parou e muitos ainda em projeto acabaram por não sair do papel. Entretanto, com a confiança e o otimismo de regresso ao país, eis que voltam os resorts, sobretudo, com a expetativa da entrada, cada vez maior, de investimento estrangeiro.

08 julho 2017

270 milhões para promover projetos na cidade de Lisboa


O Fundo Sete Colinas, adquirido em março de 2016 por um investidor institucional europeu, tem como objetivo regenerar a vivência no centro histórico de Lisboa. Vai promover 10 projetos, entre hotéis e condomínios de luxo, com conceitos inovadores. A capital portuguesa não pára de atrair investimento, desta vez, são esperados 270 milhões de euros para 10 projetos imobiliários e turísticos trazidos pelo Fundo Sete Colinas.

17 junho 2017

Vistos gold caem para metade


Processo burocrático na atribuição dos vistos desmotiva investidores. Em maio entraram 81. Foi um balão de oxigénio para os promotores e mediadores imobiliários há três anos, quando o mercado nacional estava congelado pela ausência de crédito à habitação, mas hoje os vistos gold pesam cada vez menos no volume global de casas transacionadas.

Imobiliário: regressam os novos e grandes empreendimentos


Mesmo com a dinâmica da reabilitação urbana nos centros das cidades, estão em construção novos empreendimentos, mesmo alguns que tinham ficado parados por causa da crise. Depois da ‘tempestade vem a bonança’ assim diz o ditado popular e que no setor do imobiliário parece efetivamente fazer sentido neste momento. A reabilitação urbana está ao rubro sobretudo, em determinadas zonas das cidades de Lisboa e do Porto.

13 junho 2017

Mais de 90% do investimento em imobiliário comercial no primeiro trimestre vem de investidores estrangeiros


O mercado português de investimento em imobiliário comercial continua a dever-se, quase na totalidade, a capital estrangeiro. Os investidores estrangeiros foram responsáveis por 92% do investimento em imobiliário comercial no 1º trimestre, o que representou um volume total transacionado de 359 milhões de euros no período, segundo os dados da consultora JLL, no seu estudo mais recente Portugal Market Pulse.

20 maio 2017

Transacionados 354 milhões de euros nos primeiros três meses do ano


No mercado de investimento imobiliário foram transacionados 354 milhões de euros, registando uma descida acentuada de 45% em relação ao mesmo período de 2016. Os investidores internacionais continuaram a demonstrar o seu interesse em Portugal, representando 93% das operações realizadas. De acordo com o relatório sobre o balanço do primeiro trimestre de 2017 da consultora Worx, do investimento realizado neste período 53% são representados pelo segmento de escritórios.

03 maio 2017

AVENUE investe na reabilitação de edifícios emblemáticos de Lisboa e Porto


A AVENUE, empresa de promoção imobiliária, detida pelo fundo pan-europeu Perella Weinberg Real Estate Fund II, gerido pela Aermont Capital, prevê investir 200 milhões de euros em projetos de reabilitação urbana até ao final de 2020, estando o investimento orientado para edifícios ou terrenos localizados em zonas prime. Desde 2015, e fruto de um plano inicial de investimento de 100 milhões de euros, tem, atualmente, sete projetos em curso, seis em Lisboa e um no Porto. Os restantes 100 milhões de euros estão previstos para o triénio 2018-2020.

14 abril 2017

Comprar casa para arrendar é um bom investimento


Investir numa casa para arrendar pode ter custos elevados, especialmente se precisar de um crédito à habitação, mas a verdade é que pode ser rentável. Mesmo em tempos de crise, todos concordavam que a propriedade é o bem mais valioso das famílias portuguesas. Valorizando mais ou menos, o certo é que é um investimento mais seguro do que outras aplicações financeiras. Atualmente, com a dinamização do mercado, voltou a ser procurado como um bem que pode trazer rendimento.

Sabia que pode ter benefícios fiscais na compra de um imóvel para revenda?


Uma das questões que normalmente se colocam quando se aborda o tema da compra e venda de imóveis é, inevitavelmente, a questão fiscal, nomeadamente a que se prende com a liquidação do Imposto Municipal sobre os Imóveis (IMT). Ora, o IMT é um imposto municipal incidente sobre as transmissões onerosas de bens imóveis situados em território português, sendo que alguns factos tributários podem beneficiar de isenção.

18 março 2017

Mercado de investimento imobiliário em Portugal a caminho de novo record


O investimento imobiliário no sector comercial em Portugal ao longo dos primeiros meses de 2017 continuou a registar uma atividade intensa. Após em 2016 se terem transacionado ativos imobiliários comerciais num volume global de mais de €1.300 milhões - o segundo valor mais alto de que existe registo em Portugal - 2017 promete bater novos recordes em termos de volume de investimento, segundo os últimos dados de research da Cushman & Wakefield.

15 março 2017

Lisboa. Edifício Entreposto vendido por €65,5 milhões


A Cushman & Wakefield e a JLL anunciaram a venda do Edifício Entreposto, um edifício emblemático com cerca de 48.000 m2 na zona Oriental de Lisboa, situado entre o Parque das Nações e o aeroporto internacional de Lisboa. 
A Cushman & Wakefield atuou em representação do vendedor, Entreposto Gestão Imobiliária, S.A., empresa esta que irá permanecer no edifício como um dos inquilinos a longo prazo. Além do Entreposto, entre os inquilinos contam-se a AXA, C. Santos (Mercedes-Benz), Aldi, Adecco.

19 fevereiro 2017

O Bankinter e a Sonae Sierra lançam novo veículo de investimento imobiliário no mercado alternativo bolsista espanhol


O Grupo Bankinter e a Sonae Sierra concluíram o processo para a criação e angariação de capital para a Socimi ORES, o veículo de investimento imobiliário que as duas empresas listaram no Mercado Alternativo Bolsista espanhol (MAB). A empresa de investimento imobiliário cotada foi criada em dezembro de 2016, numa base 50:50 entre o Bankinter e a Sonae Sierra. No espaço de apenas um mês, o Bankinter e a Sonae Sierra concluíram a implementação da Socimi (acrónimo espanhol para um REIT - Real Estate Investment Trust) e listaram-na no MAB.

17 fevereiro 2017

Habitat Invest e Patron Capital Partners acordam parceria para a reabilitação urbana


A Habitat Invest, grupo privado de investimento imobiliário, tem um acordo como parceiro exclusivo da Patron Capital Partners, gestora de fundos de investimento imobiliário, para projetos no mercado residencial português, nomeadamente, operações na área da reabilitação urbana. A parceria já tem três projetos em execução – Largo do Mastro e Duque de Loulé, em Lisboa, e Faculdade de Farmácia do Porto, na Invicta – nos quais foram investidos mais de doze milhões de euros. A previsão é investir até 100 milhões de euros a curto-médio prazo.

14 fevereiro 2017

Investimento imobiliário na Europa atinge os € 230 mil milhões de euros


O volume total de investimento imobiliário comercial na Europa em 2016 foi de € 230 biliões, divulga a consultora imobiliária Worx em estudo do BNP Paribas Real Estate. Este valor representa uma descida de 10% relativamente aos valores recorde de 2015. França, Alemanha e Reino Unido foram os países com maior volume de investimento, representando 2/3 do total do volume de negócios registados em 2016. No entanto, foram também os países que registaram a maior queda de investimento, em termos de homólogos. Reino Unido registou menos 28%, seguido da Alemanha com menos 7% e França com menos 2%.

Dolce Vita Tejo à venda por €300 milhões


Operação liderada por americanos vai ser uma das mais valiosas concretizadas no sector. Foi comprado há dois anos por €170 milhões e está neste momento a ser negociado por um valor próximo dos €300 milhões. O fundo americano Baupost, atual proprietário do maior centro comercial do país, o Dolce Vita Tejo, está a negociar a sua participação de 90% do espaço junto de um fundo de investimento imobiliário europeu. Os restantes 10% pertencem ao Eurofund Investments, de origem anglo-saxónica e espanhola.

06 fevereiro 2017

O que esperar de 2017 no sector imobiliário


O último Market Beat elaborado pela Cushman & Wakefield reforça – à semelhança de outras consultoras – que o ano de 2016 foi um bom ano para o sector imobiliário em Portugal. No documento pode ler-se que “a atividade de investimento, principal motor do sector, manteve-se extremamente dinâmica, atingindo-se o segundo maior volume da história”.

30 janeiro 2017

Portugal tem dois dos melhores sítios do mundo para investir em 2017


Portugal continua a dar cartas quando o assunto são as referências internacionais. Desta vez, foi um site de investimento norte-americano que destacou duas zonas nacionais (Algarve e Lisboa) na lista de maiores vantagens para investir em propriedades em 2017.