17 janeiro 2017

Licenças para reabilitação crescem 7,5%


As licenças atribuídas para reabilitação urbana cresceram cerca de 7,5% em 2016, enquanto esta atividade cresceu cerca de 10%. Os números foram avançados por Manuel Reis Campos, presidente da AICCOPN, à Renascença, segundo o qual os valores são «francamente positivos» e fazem antever que o número de edifícios reabilitados aumente este ano. Contudo, «a reabilitação urbana está longe de atingir aquele ritmo que nós entendemos que é necessário para reabilitar o país».

Investimento imobiliário na Europa continuará a crescer em 2017 apesar da instabilidade politica


De acordo com os últimos dados revelados pela Cushman & Wakefield, o investimento imobiliário comercial na Europa continuará forte em 2017. Os principais riscos que a economia mundial enfrenta são essencialmente geopolíticos, facto que beneficiará o setor imobiliário pelo seu estatuto de porto seguro face ao aumento de risco esperado para o mercado de dívida pública.

Publicados os fatores de correção extraordinária das rendas para 2017


Os Ministérios das Finanças e do Ambiente fizeram publicar a Portaria n.º 345-D/2016, de 30 de dezembro, que estabelece os fatores de correção extraordinária das rendas para o ano de 2017.

Senhorios terão de fazer comunicação de rendas em Janeiro


Este ano não haverá prorrogações de prazos e até ao final do mês os proprietários de imóveis arrendados que não tenham emitido recibos electrónicos terão de entregar ao Fisco a declaração anual. Senhorios casados têm de entregar a duplicar. Ao contrário do que aconteceu em 2016, este ano os proprietários de imóveis arrendados que não emitam periodicamente recibos de renda através do Portal das Finanças terão mesmo de entregar a sua declaração anual ao Fisco até 31 de Janeiro. No ano passado, o primeiro desde as alterações introduzidas em matéria de tributação de rendas, o Governo entendeu que, dada a novidade das novas regras, o prazo seria prorrogado até 19 de Fevereiro.

Método especial de avaliação fiscal será aplicado a 26 tipologias de prédios urbanos


Foi publicada no dia 9 de janeiro, em Diário da República, a Portaria n.º 11/2017, que aprova a lista de prédios urbanos que serão avaliados de acordo com o «método do custo adicionado do valor do terreno», para efeitos de determinação do respetivo Valor Patrimonial Tributário (VPT).

16 janeiro 2017

Torres de Lisboa 90% ocupadas


A B. Prime e a Worx, consultoras imobiliárias responsáveis pela comercialização em regime de co-exclusividade das Torres E e G do complexo das Torres das Lisboa, atingiram 90% de ocupação dos imóveis.

Alegro Alfragide reforça oferta com conceito NKiosk da Nespresso


O Centro Comercial Alegro Alfragide anuncia a abertura de um NKiosk, o conceito de retalho da Nespresso que faz chegar os seus cafés a mais espaços comerciais através de quiosques. Em 2017 os clientes do Alegro Alfragide passam assim a contar com a possibilidade de usufruírem da variedade e qualidade de cafés da marca, bastante apreciada pelos consumidores portugueses, num espaço caraterizado pelo design moderno e inovador.

“Golden Visa” animaram em 2016, com subida de 87,6%


O investimento via “golden visa” animou em 2016, comparativamente com o ano anterior, num aumento de 87,5% para 874 milhões de euros e 1.414 vistos concedidos, segundo os números do SEF.

13 janeiro 2017

Governo avança com o Instrumento Financeiro para a Reabilitação Urbana


Foi publicada, em Diário da República, a Resolução do Conselho de Ministros n.º 84-O/2016, de 30 de dezembro, que autoriza o lançamento dos procedimentos financeiros para a reabilitação urbana, no âmbito do IFRRU 2020.

Portugal na ‘mira’ dos investidores internacionais


Portugal está entre os melhores destinos mundiais para investimento imobiliário. Estrangeiros procuram cada vez mais uma casa no nosso país. O investimento estrangeiro disparou em Portugal nos últimos anos e a atratividade do mercado imobiliário português, sobretudo o de luxo, tem vindo a conquistar cada vez mais investidores vindos do exterior. Franceses, brasileiros e chineses são os que mais se rendem aos encantos do nosso país, mas não só. Portugal está nas ‘bocas’ do mundo.

Associações lisboetas querem política de controlo do uso da habitação para turismo


Numa carta dirigida ao Governo, os signatários, que incluem a Academia Cidadã, Associação de Inquilinos Lisbonense, Associação de Moradores do Bairro Alto, Colectivo Habita, Associação pelo Património e População de Alfama, Renovar a Mouraria ou o movimento "Quem Vai Poder Morar em Lisboa?", reclamam que morar em Lisboa «é um privilégio de poucos» e «um direito praticamente inacessível às famílias portuguesas», consequente do apoio do Estado ao investimento privado no mercado imobiliário, o que levou a uma «drástica» subida dos preços da habitação.

Royal Invicta: Uma aliada na procura da sua casa


Com uma equipa profissional e experiente, a Royal Invicta dispõe de todas as ferramentas necessárias na hora de encontrar a casa ideal. Em entrevista, José Mota, gerente e fundador, fala sobre o trabalho desenvolvido pela imobiliária. Este jovem empreendor, natural de Penafiel, fundou a sua empresa apenas com 25 anos e escolheu o seu concelho vizinho para a sua localização.

Isenção de IMI: todos os cuidados para a manter


A lei permite aos contribuintes terem isenção de IMI, mas o caminho é estreito, as regras são apertadas e há que ter cuidado para não a perder.

Ocupação turística atinge novos máximos em Portugal


Os níveis de ocupação hoteleira nas principais cidades portuguesas são os mais elevados da Europa. Lisboa é a capital europeia com maior taxa de reservas nos hotéis (87% dos quartos disponíveis), de acordo com a análise efetuada pela redação da Vida Económica junto do portal Booking.com. A capital portuguesa ultrapassa cidades como Madrid (78%), Londres (85%) ou Paris (79%), tendo um nível de ocupação muito superior a Berlim (36%), Copenhaga (67%) e Estocolmo (52%).

Brexit significa lucro para os britânicos a vender propriedades em Portugal


Poucas semanas depois do Reino Unido ter votado para deixar a União Europeia, Peter Thompson, um consultor britânico, vendeu uma das suas duas casas na cidade piscatória de Tavira, no Algarve, capitalizando a queda da libra contra o euro.

Predibisa comercializa lotes de terreno para habitação nova em Gaia


A Predibisa, consultora imobiliária com mais de 25 anos de experiência no mercado imobiliário do Norte do país, está a comercializar 21 lotes de terreno, em Canidelo, Gaia, para construção de habitação nova e estabelecimentos comerciais. Com aproximadamente 27.769 habitantes (Censos 2011) e uma localização privilegiada, esta é uma das freguesias que regista maior procura por parte de novos habitantes. Contudo, as últimas construções datam de há cerca de seis anos. Este negócio permitirá a edificação de 471 novas habitações numa zona em que a procura excede largamente a oferta.

CONDEXPO 2017. O primeiro Salão de Condomínios em Portugal a realizar em Abril


Lisboa vai receber o maior e mais prestigiado evento da área dos condomínios do país, nos dias 7 a 9 de Abril de, no Centro de Congressos de Lisboa, 2017. A CONDEXPO 2017 – Salão Nacional de Soluções para Condomínios terá lugar no pavilhão de eventos da CCL (antiga FIL), aberto ao público em geral. O evento apresenta como caraterística mais relevante a diversidade de empresas fornecedoras de produtos e serviços para condomínios, com soluções já adequadas à legislação e às necessidades nacionais, o que permite uma aplicabilidade imediata.

11 janeiro 2017

Residências assistidas no “pulmão” de Lisboa


Para a antiga fábrica da Nestlé, no limiar do Parque Florestal de Monsanto, está a ser desenvolvido um projeto de reabilitação pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, que cria uma Estrutura Residencial Assistida, destinada a seniores e pessoas com mobilidade reduzida, originada por doença ou acidente.

Preços das casas triplicam ritmo de crescimento face a 2015 com subida de 7,5%


Os preços da habitação em Portugal já estão a recuperar desde meados de 2013, mas em setembro de 2016 atingiram a valorização homóloga mais elevada desde 2009, aumentando 7,5% face a setembro de 2015. Esta valorização foi apurada pela Confidencial Imobiliário (Ci) no âmbito do seu Índice de Preços Residenciais, que traduz a “realidade do mercado” ao incidir sobre “vendas efetivas” reportadas ao SIR, explica Ricardo Guimarães, diretor desta empresa de informação estatística para o imobiliário.

09 janeiro 2017

Crédito Agrícola baixa "spread" do crédito à habitação


O banco baixou o seu "spread" mínimo de 1,75% para 1,6%, uma taxa melhor do que a oferecida pela CGD, Novo Banco e BPI. Há mais um banco a baixar o seu "spread" no crédito à habitação. Depois de o BCP ter baixado esta taxa em Dezembro, agora é o Credito Agrícola a reduzir a sua margem de lucro nos empréstimos para comprar casa. O novo "spread" deixa o banco com uma taxa mais atrativa do que o BPI, Novo Banco e CGD.

C&W contrata Gonçalo Garcia para liderar a área de negócio de Hospitality


A Cushman & Wakefield anunciou hoje a contratação de Gonçalo Garcia para liderar a área de Hospitality. Esta área de negócio está inserida no departamento de Capital Markets da consultora liderado por Luís Rocha Antunes. O departamento de Hospitality da Cushman & Wakefield prestará serviços vocacionados para as necessidades do sector, entre os quais se destacam o apoio a operações de investimento na compra e venda de ativos imobiliários turísticos e de vocação turística, aconselhamento, implementação e gestão de processos de procura e seleção de operadores hoteleiros, e consultoria estratégica.

TKA faz “balanço bastante positivo” de 2016


A The K Advisors (TKA) teve um ano 2016 bastante positivo tendo em conta o aumento de contratos celebrados, novas contratações da equipa e número de imóveis avaliados. Segundo Miguel Bacalhau, diretor da TKA, “este foi um ano assinalado por novas conquistas no que diz respeito à área das avaliações imobiliárias, novas contratações de equipa e novas avaliações”, tendo celebrado 35 novos contratos de prestação de serviços com diversas instituições do sistema financeiro nacional, das quais se destacaram o Banco Santander Totta e diversas Caixas de Crédito Agrícola, entre outros.

Hotel Marriott Praia D’El Rey renova-se


Com o objetivo de priorizar a experiência oferecida, respondendo assim às melhores expectativas dos clientes e elevar o padrão de qualidade, o hotel Praia D’el Rey Marriott Golf & Beach Resort, localizado em Óbidos, vai encerrar temporariamente dia 15 de janeiro para proceder a um conjunto de intervenções que visa renovar vários espaços desta unidade hoteleira.

Investimento imobiliário comercial. Negócio cai 35% em 2016


Lembra-se do processo de venda dos terrenos da Feira Popular, em Lisboa? Bom, esse foi um daqueles mega negócios imobiliários cujo desfecho estava previsto para 2016 e, por falta de compradores, acabou por não se concretizar. Foi por esta e por outras situações semelhantes que se registou uma quebra da ordem dos 35% no volume de negócios do imobiliário não residencial em Portugal.

Fundos imobiliários. Saiba como está segmentado o mercado imobiliário nacional


O mês de novembro foi, tal como nos meses anteriores, sinónimo de decréscimo nos ativos sob gestão no segmento imobiliário. Os dados da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios - APFIPP - mostram que no final do último mês de 2016, o valor em carteira no segmento imobiliário ascendia a 9125,8 milhões de euros, um valor mais baixo em 0,4% quando comparado com o mês de outubro. Também no valor do património imobiliário houve um decréscimo.

Extinção do Balcão de Arrendamento gera polémica entre proprietários e inquilinos


Quatro anos após a entrada em funcionamento do Balcão Nacional do Arrendamento, os inquilinos defendem a extinção deste serviço de agilização dos despejos, enquanto os proprietários se manifestam contra a proposta. Para o presidente da Associação Lisbonense de Proprietários (ALP), Luís Menezes Leitão, o Balcão Nacional de Arrendamento (BNA) não está a funcionar com a celeridade desejável, mas, apesar disso, representa “um grande progresso em relação ao sistema anterior”.

WORX recomenda cautela na entrada em 2017


Embora sem excluir a possibilidade de crescimento para o mercado imobiliário português em 2017, o CEO da consultora Worx recomenda cautela na entrada deste novo ano. “A evolução do mercado e dos seus indicadores económicos poderá não ser a esperada por influência de diversos fatores externos que afetam a sua progressão. Assim, é efetivamente necessário fazer uma análise cuidada, mas mantendo o positivismo”, afirma Pedro Rutkowski.

CBRE apresenta os melhores resultados desde que está em Portugal


A CBRE divulga a semana passada o resumo da atividade de 2016, com um crescimento de 25% face a 2015, que já tinha sido o melhor ano de atividade da consultora. Para o Diretor Geral da CBRE em Portugal, Francisco Horta e Costa, “estes resultados são fruto do trabalho árduo de uma equipa altamente qualificada, que soube interpretar as necessidades dos nossos clientes, num momento de forte dinâmica do mercado.”

Massimo Forte nomeado responsável pelo desenvolvimento do CRS em Portugal


Nomeado com o objetivo de fazer crescer e desenvolver o CRS em Portugal, Massimo Forte, consultor e coach com grande experiência na área da mediação imobiliária irá ainda garantir a qualidade e a excelência dos cursos ministrados, assegurando que estes sejam a grande fonte de formação e informação para os Agentes Imobiliários de sucesso em Portugal.

08 janeiro 2017

Seguro de condomínio. Administrador do condomínio deve verificar se o capital seguro está ajustado à reconstrução do prédio


Todos os fatores são importantes e essenciais na compra de um seguro que responda ao que o cliente efetivamente pretende. Na opinião de Sérgio Carvalho, diretor marketing produtos e canais da Fidelidade, “para além de todos os dados mais básicos relativos ao edifício a segurar, tais como o ano de construção/reconstrução, o tipo de construção, a altura do edifício, o capital a segurar, a localização geográfica assim como os meios de proteção e segurança, há que ter em conta a existência, ou não, de muros pertencentes ao prédio, garagens ou anexos”.